Concurso MP RN 2019: Excelente notícia para aqueles que almejam um cargo no Ministério Público do Rio Grande do Norte. De acordo com informações do MP RN, o edital de abertura para o Concurso MP RN 2019 será publicado no Diário Oficial do Estado no primeiro semestre do ano vindouro.

O edital do concurso público estava programado para ser publicado nos primeiros meses de 2018, mas sofreu um adiamento devido ao comprometimento das despesas totais com o funcionalismo, visto que estas extrapolaram o limite prudencial, verificado no Relatório de Gestão Fiscal do MP RN.

Como foram sanadas as pendências que impediam a realização do concurso, ficou liberada a publicação do edital. Até a empresa organizadora do Concurso MP RN 2019 já foi escolhida. O processo seletivo ficou a cargo da COMPERVE – Comissão Permanente do Vestibular da Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

O Concurso do Ministério Público do Rio Grande do Norte 2019 terá 19 vagas, divididas entre área administrativa e analista. Das 19 vagas previstas, 14 serão destinadas ao cargo de Técnico (Área Administrativa) e as outras 05 vagas (Analista) serão 02 para especialidade de Engenharia Civil e 03 para contabilidade.

Saiba também como participar do Concurso Receita Federal 2019.

Para o cargo de Técnico, o nível de escolaridade exigido é o ensino médio e para os cargos de engenheiro e contador, o grau de escolaridade exigido é o nível superior. Tudo indica que com o adiamento da publicação do edital, o quadro de vagas tenderá a aumentar.

Além do fato do número de convocados ser bem maior que o número de vagas oferecidas, outros fatores que colaboram para que Concurso MP RN 2019 seja muito concorrido são a tão almejada instabilidade no emprego, a carga horária de trabalho e a remuneração oferecida. E falando em remuneração, os aprovados para o cargo de Técnico deverão ter salário inicial de R$ 4. 098,78.  Já para os aprovados para o cargo de Analista, o salário deverá ser de R$ 5. 370,93. Nesta remuneração mensal já estão inclusos os R$ 200,00 de auxílio saúde e os R$ 1.200,00 de auxílio alimentação, em ambos os cargos.

Para concursos previstos que ainda não tiveram o seu edital publicado é recomendável que o candidato antecipe a sua preparação baseando seu estudo no conteúdo programático do edital do concurso anterior. Assim, o candidato poderá direcionar seu estudo de forma que não perca o seu tempo estudando conteúdos que poderão não ser cobrados na prova.

Baseando-se no último edital do concurso do MP RN, realizado em 2010, organizado e aplicado pela Fundação Carlos Chagas, para o cargo de Técnico, o conteúdo programático constava de provas objetivas, na qual foram cobradas: Língua Portuguesa/Redação Oficial, História do Rio Grande do Norte, Aspectos Geoeconômicos do Rio Grande do Norte, Noções de Informática, Legislação do Ministério Público do Rio Grande do Norte, Noções de Direito Administrativo e da Administração Pública, Noções de Direito Constitucional e Noções de Direito Processual.

Para o cargo de Analista, o último concurso ocorreu em 2012. Os candidatos passaram por provas objetiva e discursiva, cujo conteúdo constava de Língua Portuguesa/Redação Oficial, Informática, Atualidades, História do Rio Grande do Norte, Aspectos Geoeconômicos do Rio Grande do Norte, Legislação do Ministério Público do Rio Grande do Norte, Noções de Direito Administrativo, Noções de Direito Constitucional e Noções de Teoria Geral do Direito, além de conhecimentos específicos relativo a cada cargo e Redação.